Vídeos

Loading...

quinta-feira, 31 de março de 2011

Believe

 73618_170602249622802_129255280424166_602566_826851_n_large 
Eu nunca pensei em como seria amar de verdade, eu achava que o amor era aquilo que chegava do nada e se instalava no nosso coração deixando a gente meio bobo, meio surdo e completamente cego, mas na verdade, não é assim. O amor é bem mais que isso, mas talvez eu tenha percebido tarde demais. Não é pedir muito, mas que queria que você sentisse minha falta, eu tenho medo de um dia te perder, de não poder mais te chamar de meu, de não ouvir mais a sua voz dizendo que você me ama. Um dia me perguntaram o que era o amor e sabe o que eu respondi? Seu nome, é parece bobeira, mas pra mim, você é o amor. Essas cinco letras que podem definir tudo quando você sabe exatamente o que sente. O engraçado é as pessoas acharem que sabem o que é, quando na verdade, o amor só acontece uma vez, o resto não foi amor, foi uma confusão extrema entre a razão e a emoção que só resultaram em lágrimas e desculpas quando na verdade, pedir desculpas não adiantavam mais. Mas agora eu tenho você quase que por inteiro, a outra metade está distante mas no fundo, ela também me pertence. E quer saber? Eu faria tudo pra ter você aqui agora, para segurar sua mão e dizer o quanto eu amo e quero você, mas isso parece impossível agora. Mas você sabe, a única coisa que eu não faria seria desistir de você, de nós, e espero que você também não o faça. Não agora, logo agora que eu descobri o amor. As pessoas vivem pedindo para eu colocar os pés no chão, mas o que elas não sabem é que pés nos chão nos prendem no lugar errado, onde ninguém deveria estar. Se um dia alguém te disser que não foi verdadeiro, não acredite, as vezes as pessoas dizem coisas para machucar ou só por dizer. Você não precisa acreditar em mim, nem em nada do que eu digo, mas por favor, acredite no amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário